sexta-feira, 30 de março de 2012

Milhares vão ao Florestão para ver show de Romário, Popó e amigos em Jogo da Solidariedade; governador Tião Viana [PT] ignora evento social.

Luciano Tavares,
da redação de ac24horas
lucianotavares.acre@gmail.com


Sucesso. Essa é a palavra que melhor define o Jogo da Solidariedade, promovido pelo senador Sérgio Petecão, que reuniu de um lado o time do Congresso formado por parlamentares federais e do outro, um combinado acriano formado por ex-atletas, empresários e políticos.
Apesar do apelo social o jogo foi ignorado pelo governador Tião Viana [PT], que através de sua assessoria informou que os donativos não seria recebidos.
Indiferente ao mau humor de Tião Viana, várias personalidades políticas estiveram no Estádio, entre as quais as deputadas Perpétua Almeida [PCdoB] e Antonia Lúcia [PSDC].
Mais de seis mil pessoas assistiram no estádio Florestão, na Estrada da Floresta, Romário, Popó e companhia vencer o combinado do Acre por 5 a 3.
O jogo foi truncado nos quinze primeiros minutos do Primeiro Tempo, mas após os vinte, os dois times passaram a atacar mais. Em contra-ataque rápido, Romário na cara do gol quase abre o placar, mas o goleiro acriano Weverton, (ex-Portuguesa-SP) agora no Atlético Paranaense, atento, mais rápido que o baixinho, com o braço direito espalma a bola.
De igual para igual, o time acriano reage: o empresário Adem Araújo recebe na entrada da área e chuta rasteiro no canto esquerdo. 1 a 0 para o time do Acre.
O gol elevou os ânimos do time acriano, que aos trinta minutos do Primeiro tempo era bem melhor que a seleção dos congressistas. Minutos depois, logo após o primeiro gol, o time do Acre pressiona. Bate-rebate na área, o deputado Jonatas de Jesus (PRB-RO) se confunde e marca contra: 2 a 0 para os Acrianos.
Novo contra-ataque do Acre, dessa vez pela esquerda. Eli (ex-Rio Branco Futebol Clube) faz boa arrancada após ótima jogada do time acriano pelo meio campo e chuta a meia altura, sem chances para o goleiro do Congresso, o deputado federal Hélio Santos (PSD-MA).
No Segundo Tempo veio à virada. As estrelas de Romário e Popó brilharam, e o time do congresso marcou logo aos cinco minutos. Romário bateu falta, o goleiro Werverton rebateu, mas o deputado Anderson Ferreira (PR-PE) completou de cabeça.
O time do parlamento era melhor e tinha o diferencial: o tetracampeão Romário, que passou a impor mais respeito dentro de campo. Depois de um cruzamento da direita o ex-camisa 11 da Seleção Brasileira, de peixinho mandou para o fundo da rede dos acrianos. Agora, time do Acre 3, Congresso 2.
Mais pressão do time do Congresso. Romário encobre o goleiro do Acre, a bola sobra para Popó, que estufa a rede.
Minutos depois, o time do Congresso vira o jogo. Depois de linda jogada de Popó, que dá um corte no zagueiro acriano e chuta rasteiro no canto esquerdo sem chances para o goleiro Jonatas, que na etapa complementar substituiu Weverton.
Popó estava mesmo em noite inspirada. Aos 30 do Segundo tempo, depois de passe de Romário, ele encobre o goleiro e sai para o abraço.
Para alegrar ainda mais o espetáculo, quatro minutos antes do término do jogo, entra o anão Montana Jack no time do Congresso, e o vereador Cabide pelo time do Acre, para delírio dos torcedores. O duelo entre os dois no campo, porém, é curto. Placar final: 5 para o time do Congresso, três para os acrianos.
Ao final da partida, ainda em campo, o deputado federal Romário disse que “é bastante positivo a vinda nossa aqui de Brasília. Depois desse momento que o Acre passou poder ajudar de alguma forma é muito bom”, disse o ex-jogador, que ainda aproveitou para brincar com Popó, ao dizer que o ex-pugilista aprendeu a jogar futebol, “depois de ter assistido um DVD com lances meus, fazendo gols”, brincou o baixinho.
“Eu me sinto como se fosse um jogador do lado dele. Eu me sinto um substituto de Bebeto”, brinca Popó, ao lembrar a inesquecível dupla Bebeto e Romário, da Seleção Brasileira tetracampeã mundial, nos EUA, em 1994.

No Segundo Tempo veio à virada. As estrelas de Romário e Popó brilharam, e o time do congresso marcou logo aos cinco minutos. Romário bateu falta, o goleiro Werverton rebateu, mas o deputado Anderson Ferreira (PR-PE) completou de cabeça.
O time do parlamento era melhor e tinha o diferencial: o tetracampeão Romário, que passou a impor mais respeito dentro de campo. Depois de um cruzamento da direita o ex-camisa 11 da Seleção Brasileira, de peixinho mandou para o fundo da rede dos acrianos. Agora, time do Acre 3, Congresso 2.
Mais pressão do time do Congresso. Romário encobre o goleiro do Acre, a bola sobra para Popó, que estufa a rede.
Minutos depois, o time do Congresso vira o jogo. Depois de linda jogada de Popó, que dá um corte no zagueiro acriano e chuta rasteiro no canto esquerdo sem chances para o goleiro Jonatas, que na etapa complementar substituiu Weverton.
Popó estava mesmo em noite inspirada. Aos 30 do Segundo tempo, depois de passe de Romário, ele encobre o goleiro e sai para o abraço.
Para alegrar ainda mais o espetáculo, quatro minutos antes do término do jogo, entra o anão Montana Jack no time do Congresso, e o vereador Cabide pelo time do Acre, para delírio dos torcedores. O duelo entre os dois no campo, porém, é curto. Placar final: 5 para o time do Congresso, três para os acrianos.
Ao final da partida, ainda em campo, o deputado federal Romário disse que “é bastante positivo a vinda nossa aqui de Brasília. Depois desse momento que o Acre passou poder ajudar de alguma forma é muito bom”, disse o ex-jogador, que ainda aproveitou para brincar com Popó, ao dizer que o ex-pugilista aprendeu a jogar futebol, “depois de ter assistido um DVD com lances meus, fazendo gols”, brincou o baixinho.
“Eu me sinto como se fosse um jogador do lado dele. Eu me sinto um substituto de Bebeto”, brinca Popó, ao lembrar a inesquecível dupla Bebeto e Romário, da Seleção Brasileira tetracampeã mundial, nos EUA, em 1994.

Clique aqui para asssistir ao vídeo completo com Popó no Blog do Altino
http://altino.blogspot.com.br/

- http://www.ac24horas.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário